sábado, novembro 12, 2005

Viagens de ida e volta

O Sr. Cura, preocupado com as famílias da freguesia, brindou-nos com a seguinte homilia em dia de S. Martinho*.

Fazem-se divórcios como se fazem viagens, ao fim de algum tempo pretende-se mudar de destino. Muitos ainda reclamam na agência, mas o problema é que nos casamentos não se perde bagagem e regressa-se sempre com souvenirs.
Procuram-se destinos cada vez mais exóticos, distintos da nossa realidade. A curiosidade inicial mantém a expectativa, mas após algum tempo a incompatibilidade de culturas acentua-se. E não há sacrifício, escolhem-se bons hotéis, restaurantes e divertimentos. Estica-se a corda do crédito porque o ordenado não cobre tudo. E se no início tudo é encantamento, no final já vem o tédio.
E porquê irmãos? Se escolhessem bem o destino, se soubessem o que vos esperava, se moderassem os vossos gastos, se ponderassem os sovenirs, estou certo que as vossas viagens seriam seguras e demoradas. Mas não! O egoísmo impede-vos de se sacrificarem, de moderarem o vosso ímpeto natural pela descoberta, pelo desconhecido! Pois é, já diz o ditado, da curiosidade morreu o gato, e nestas estórias há sempre gatos e gatas a mais... e agora não se assanhem e vão com Deus!

*Ainda tive esperança de beber jeropiga e castanhas em honra do Senhor, mas só nos dão umas hóstias que se colam ao céu da boca e o vinho não é da freguesia!


Comentário cá d'aldeia:

Pois eu baixei os olhos
de grande arrependimento
que divórcios são aos molhos
que vou no sexto casamento.

O padre cura tem razão
(menos na falta das castanhas)
para pregar este sermão
que hoje o amor são patranhas.

Mas o padre não escapa
aos festejos do s. martinho
pois emborcou à sucapa
uma litrada de vinho.

11 Comments:

Blogger segurademim said...

... pus os olhos no título e no Sr. Cura e gelei!!! é desta que temos um funeral!!!
não é! mas andou por lá perto! então o senhor cura diz que há a mais... quer matar o gato??!!

se o vinho não é da freguesia é porque o cura anda com o manuel, tá claro! será que entre os dois esgotam a produção local??

11/12/2005 10:22 da manhã  
Blogger legivel said...

Pois eu baixei os olhos
de grande arrependimento
que divórcios são aos molhos
que vou no sexto casamento.

O padre cura tem razão
(menos na falta das castanhas)
para pregar este sermão
que hoje o amor são patranhas.

Mas o padre não escapa
aos festejos do s. martinho
pois emborcou à sucapa
uma litrada de vinho.

11/12/2005 12:42 da tarde  
Blogger A.J.Faria said...

Olá, Ugaju!
Espero que tenhas tido um bom S.Martinho!
Lembrei-me de ti, ao saborear um bom Monte Velho,acompanhado com umas castanhinhas.
Só faltava mesmo estar aí no Alto Alentejo!
Um abraço,

11/12/2005 2:35 da tarde  
Blogger Wakewinha said...

As pessoas são demasiado egoístas para sequer tentarem tolerar os defeitos dos outros... =S

11/12/2005 3:09 da tarde  
Anonymous kabum said...

É bem verdade

11/12/2005 9:07 da tarde  
Blogger mfc said...

Seria um elogio fúnebre?!

11/12/2005 10:51 da tarde  
Blogger UGAJU said...

segura de mim: acho qu'a tua observação não deve andar longe da verdade; ele Cura mas não convence...

legível:
se tu já vais no sexto,
outros cinco já se foram,
tens por anel um cesto
onde as tuas ex moram!

a.j.faria: aqui comem-se na eira, assadas em fogueira, tudo a uma sexta-feira (porra, o legível deixou-me a rimar...). Bom S. Martinho para ti também e, já sabes, as castanhas podem não ser boas mas o tintol...

wakewinha: é a natureza humana, o Sr. Cura lá sabe! Eu cá prometi qu'este fim-de-semana não mostrava as unhas; aliás, nem as cortei!

kabum: auando o ouvi as minhas orelhas aqueceram, mas depois de algum estudo concluí que foi do vinho!

mfc: deve ser, e o morto nunca foi encontrado porque se perdeu em mares donde nunca antes navegados!

11/13/2005 3:20 da manhã  
Blogger Binoc said...

Então e não se pode estar em dois sítios ao mesmo tempo ?
Seja como for, o divórcio não tem de ser forçosamente uma coisa má. Tenho um amigo que já fez feliz três mulheres... quando se divorciou delas.
Um aperto de mão do Bino do Abrupto

11/13/2005 8:40 da manhã  
Blogger João Scottex said...

Este postal é um exemplo do que faz continuar a ler tanto texto na blogoesfera!
E, o comentário do Legível... nem sei o que dizer, raramente fico sem palavras, neste caso, foi mais sem fôlego de tanto rir! lol!
Abração.

11/13/2005 11:41 da manhã  
Blogger Mikas said...

Pois é, há que analisar então se o estigma da nossa sociedade, o da monogamia, está correcto. Se não estão a ser violadas leis naturais do Homem e da Mulher. Diversidade e variedade...

11/13/2005 2:18 da tarde  
Blogger UGAJU said...

binoc: o dom da ubiquicade ainda não o tenho, mas fazer felizes várias mulheres acho que ainda sou capaz! Gajo que'é gajo não se deixa agarrar...

joão scottex: melhor do que os textos são os comentários! Há aqui gajos e gajas porreiros e que escrevem bem como o caraças! Abraço

mikas: todos sabemos que as leis estão a ser violadas, mas é isso que nos faz diferentes do resto dos animais pois pensamos e temos vontade! Cada um faz o que quer desde que saiba respeitar um "não"! Eu cá não me amofino, vou vivendo solteiro porque o resto dá muito trabalho!

11/13/2005 7:32 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home