quarta-feira, novembro 02, 2005

Mortiço

Dia de finados*, relembrar os mortos qu’ainda conhecemos e os que, bem ou mal, ficaram pr’a história. Cá na terra temos um cemitério que não tem ninguém conhecido já qu’há mais de 50 anos não morre por cá ninguém, vai tudo morrer ao hospital da cidade e por lá ficam qu'a viagem de regresso é muito dolorosa pr’a um morto... O Ti Zé já disse qu’ia morrer ao cemitério, assim como assim depois de morto já não quer ir a lado nenhum. Eu compreendo-o bem, ele nunca foi à cidade e ainda podia morrer antes de tempo só com a ideia de que por lá ficava.
Eu não sei porque se relembram os mortos, se eles ressuscitassem e vissem como isto vai ainda pediam para regressar à tumba. O Salazar suicidava-se, embora só tivesse direito a uma tentativa já qu’o gajo era sovina e não havia de querer gastar duas balas. O Cunhal teria um ataque cardíaco, bastava-lhe ver o arqui-rival Soares em campanha. Na monarquia as coisas não seriam diferentes; se D. Carlos conhecesse o pretendente gritaria por certo “viva a república!”.
O que comemoramos nós afinal? Qu’os gajos estão bem enterrados e ao contrário de Cristo não se dignaram a voltar? Isso prova qu’aquilo deve ser bom ou melhor do qu’isto; afinal ainda há esperança mas, pensando bem, a ideia do regresso d’alguns seria demasiado penoso para mim, só por isso comemoro este dia...

* Comentado aqui!

4 Comments:

Blogger Adryka said...

Um dia triste, uma certeza que um dia lá nos encontraremos todos. Beijo

11/02/2005 6:12 da tarde  
Blogger mfc said...

Gostei muito dessa ironia e sarcasmo.
Gostava de ter escrito este texto.

11/02/2005 6:29 da tarde  
Blogger Pam Machado said...

"viva a república!" me lembra a Guerra dos Farrapos. Adoro tudo que seja relacionado ;)

11/02/2005 8:25 da tarde  
Blogger UGAJU said...

adrika: tão certo como eu me chamar ugaju!

: vindo de ti só pode ser elogio! Gajo qu'é gajo só pode convidar-te para beberes um traçado, e se insistires levas uma sande de couratos!

pam machado: ora aqui está algo que nunca estudámos na escola em Portugal. Depois da vossa independência veio a rebelião dos "farrapos" e a criação da República Piratini (Rio Grande do Sul)! Seguiu-se a efémera República Juliana (Santa Catarina) proclamada por Garibaldi. O que eu aprendi hoje!!

11/03/2005 1:30 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home